E lá se foi o nosso "Gérson" dos gramados Miracemenses. Morreu Zé Augusto Provinciali

A noite foi difícil, dormir foi para quem não sentiu a dor de ver uma dezena de sonhos ser destruídos por um incêndio terrível, duro foi pensar, à noite inteira, que um primo querido, José Augusto Lima Provinciali, médico lá na minha Miracema, ainda com saúde e tempo para servir, também nos deixou nesta sexta-feira para ser esquecida por todos nós. 

A morte de Zé Augusto, um craque de bola, justamente na hora em que garotos, com idade máxima de 17 anos, deixarem esta vida e não estarão realizando sonhos, sonho que Zé Augusto não realizou por não querer ser um profissional da bola, preferiu ser profissional da medicina e a exerceu com a mesma categoria que fazia um lançamento para seus companheiros do ataque da Associação, me incluo entre estes, e com a delicadeza de seu toque de classe na bola, que naquele tempo não era tão fácil assim. 

Lá se foi o talento, a simplicidade, o amor pela medicina e pelas peladas do Campestre, do Clube XV, da AABB ou por onde a bola rolasse e o convidasse, se o tempo fosse livre, lá estaria Zé Augusto tentando fazer aquelas mesmas jogadas que encantaram a plateia miracemense nos anos 70 e 80. Se lá no Rio a tragédia levou uma dezena de sonho, lá na minha Miracema o coração nos tirou José Augusto Lima Provinciali de cena. 

Um sábado difícil de aturar, mas a vida está me pregando estas peças e eu não me acostumo, mas enquanto meu coração aguentar eu vou segurando o tranco. 

Comentários

  1. Como vc bem encerrou o belo texto, o que nos resta é segurar o tranco. Perdi um amigo de um jeito de nos tratar somente dele. Descanse em paz!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Luto - Cacá Moura agora é do time do céu

Kátia é saudade eterna, adeus, amiga.