Macaé joga suas esperanças em Fortaleza

Saí um pouco de casa neste sábado repleto de bons jogos, vi o show do Barcelona, mais um, diante do Real Sociedad, vi a vitória do Bayern Munique sobre o Hertha Berlim, vi o empate do líder sensação do Inglês, o Leicester, contra o Manchester United, que deu sorte em não voltar para Manchester com derrota, e quando desci um pouco, para conversar com alguém, estou sozinho em casa, o Fernandinho me cobra um comentário sobre o jogo decisivo do Macaé Esportes, daqui a pouco, contra o Ceará, lá em Fortaleza. 

- Dutra, daqui a pouco o seu amigo Toninho Andrade vai comandar o Macaé Esporte no jogo de vida ou morte e você não deu uma pitaco que seja sobre este jogo contra o Ceará? O que está havendo, não gosta mais do Toninho ou é birra contra o time de Macaé? Dispara Fernandinho não dando tempo nem mesmo de uma prosa com o Lenílson ou Edu, que estavam me aguardando para uma rodada de Boa. 

- Nem um nem outro, Fernando, apenas não estou mais comentando nosso futebol regional, tive problemas com comentários revoltosos e preferi me calar e falar apenas em âmbito regional, por aqui a paixão anda aflorada demais e mesmo tendo Toninho Andrade no comando eu não estou muito disposto a comentar jogos do Macaé embora, com toda certeza, esteja torcendo para que não caia e mantenha firme na Série B do Brasileirão no ano que vem. Respondi claramente. 

Então tá, daqui a pouco, os times já estão entrando em campo neste momento, tem jogo decisivo para o Macaé Esporte e para O Ceará Sporting, e só a vitória interessa a ambos já que o empate é favorável ao time do Norte Fluminense e o Vovô terá que esperar o resultado do Oeste contra o Payssandu para ver quem será último rebaixado. 

Vamos aguardar e, por favor Fernandinho, não espere um comentário sobre o jogo porque estou vendo São Paulo x Figueirense, jogo que interessa ao Vasco da Gama na briga pela permanência na Série A. Combinado? 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vitinho brilha no empate com o Vasco em Volta Redonda

Mais um adeus: Ricardo "Gagão" Padilha já é saudade.

Kátia é saudade eterna, adeus, amiga.