Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2014

Um novo tempo um novo Barcelona

Estava pronto para escrever que estava presenciando o final de um ciclo e o início de um outro, o Paris Saint German acabara de fazer 3x1 no Barcelona, jogando no Park de Princes, em Paris, e quando ensaiava as palavras por aqui o time catalão empatava, com Neymar, e entrava novamente no jogo e botava fogo na partida que já se desenrolava de forma gostosa de assistir nesta tarde quente de terça-feira. 

Claro que o momento do Barcelona já não é o mesmo de quatro anos passados, quando Guardiolla promoveu uma revolução no modo de jogar futebol e transformou o time espanhol em referência mundial com seu tique taque envolvente e que foi copiado pela seleção espanhola, campeão mundial em 2014.

Não existe mais a garra e a tenacidade defensiva de Puyol. Xavi e Iniesta não são mais os garotos que empolgavam o mundo com um futebol refinado e malicioso, Messi não tem mais aquele furor, embora ainda esteja entre os melhores de todos os tempos no Barcelona e no futebol mundial, claro que Neymar aind…

Caindo na real, hoje é terça-feira

E não é que só agora eu percebi que hoje é terça-feira e que os jogos postados abaixo, pela Copa do Brasil, serão amanhã? Nem sei onde estava com a cabeça quando logo pela manhã sentei por aqui e desandei a falar dos jogos da noite de hoje como se quarta-feira fosse.

E foi agora, quando me sentei para assistir aos jogos da Champions League, tem três nos canais Espn que valem a pena ficar zapeando, é que vi a chamada de América x Flamengo, em Natal, para AMANHÃ, dez da noite e cai na real. Brincadeira, diria Gerson, estão querendo me dar um tombo ou eu me perdi por não ter nada pra fazer? 

Vou deixar os comentários sobre os jogos de amanhã postados, afinal não muda nada, minha opinião continha a mesma e você só troca o dia, não serão hoje, à noite, e sim amanhã, à noite, os quatro jogos da Copa do Brasil e o que temos logo mais é São Paulo x Huachipato, pela Copa Sul Americana, que terá transmissão da Fox Sports,

Então estamos combinados? Vamos ver juntos, claro que eu aqui e você por ai,…

Copa do Brasil - Noite de clássicos e zebras

Quarta-feira de Copa do Brasil, tem gente tão fissurada em mata-mata que elege esta competição a mais perfeita da CBF, há controvérsias, porém, tem sempre um porém, a cada ano que passa a Copa do Brasil ganha mais adeptos e um charme muito especial, principalmente quando uma zebra, como o Flamengo no ano passado, leva o título e faz a festa diante de poderosos rivais muito mais fortes do que ele.

E por falar no último campeão logo mais tem América/RN x Flamengo, na Arena das Dunas, em Natal, no jogo de ida, e Luxemburgo já avisou que não tem esta de jogo bonito, de tentar o gol a todo custo, vai administrar a defesa de forma segura e tentar um gol, se possível, para definir o mata-mata no Maracanã no jogo da volta. 

O jogo a ser visto esta noite, 22 horas, é Corinthians x Atlético Mineiro, também pela Copa do Brasil, jogo de ida, na Arena de Itaquera. O Timão anda as turras com Mano Menezes, estão loucos para ele repetir o ato infeliz que fez no Flamengo, pedir pra sair, e este clima qu…

Bicudo diz: "Olha a confusão aí gente!"

Depois de uns dias de férias meu velho parceiro das manhãs e da fila do pão, o porteiro Bicudo, volta a dar as caras na Gonçalves Dias e, como sempre, destilando veneno contra o seu amor em preto e vermelho.

- Chefia, o Luxa diz que quer tirar o time da "confusão", mas cá prá nós, o cara está fazendo é uma confusão tremenda na cabeça do torcedor, onde é que já se viu escalar Márcio Araújo e deixar o time com dez em campo? Como pode insistir com este Arthur, que não joga nada e só corre... corre... corre e não produz nada? E as mudanças dele vão levar, de novo, meu Flamengo pra zona da confusão.

Verdade. Concordo com o pensamento do amigo e completo: Foram cinco vitórias seguidas e folga na tabela, o Bicudo e muitos outros até chegaram a sonhar com vaga na Libertadores, mas lá se vão cinco rodadas e nada de vitória e a diferença da zona de rebaixamento está em apenas seis pontos e, se não vencer o Santos, no sábado, a coisa começa a complicar novamente.

Enquanto pagava o pão nos…

Do basquete campeão ao futebol decadente

Acabei de assistir a um espetáculo diferente, inédito, pelo menos para este velho escriba, e também para o Flamengo e o basquete brasileiro. Acabei de assistir a um espetáculo nas arquibancadas na Arena da Barra da Tijuca, que cantou, dançou, vibrou e participou ativamente de uma vitória, mais uma vez eu digo inédita, sobre o Macabe Tel Aviv, campeão por seis vezes do continente europeu, que veio ao Brasil enfrentar o campeão das Américas em dois jogos decisivos.

O Flamengo perdeu o primeiro por três pontos, e se deixou bater nos últimos segundos do jogo de sexta-feira, e esta manhã/tarde no Rio de Janeiro, venceu de maneira categórica, 90x77, e levou para a Gávea o título intercontinental da Fiba e o coletivo do time foi fundamental para a grande vitória.

Agora vem o futebol, o Flamengo enfrenta o Bahia, na Fonte Nova, o Botafogo recebe o Grêmio, no Maracanã, e o Fluminense, que venceu ontem o São Paulo, 3x1, aguarda os resultados do domingo para saber permanece ou não entre os quatro …

Onde está o dinheiro? Clubes endividados.

A crise bate forte à porta dos times (ou seriam clubes?) brasileiros. Ontem, durante a transmissão de Atlético Mineiro x Santos, no Sportv, os repórteres anunciavam o atraso de dois meses dos salários dos jogadores do Peixe, que usou e abusou em investimentos de alto risco, Leandro Damião e Robinho, sozinhos, recebem mais do que metade da folha de pagamento de muitos times das Série A e B do Brasileirão e o ônus é incrivelmente alto porque o retorno é baixo no campo e nas arquibancadas. 

Vasco, Flamengo e Botafogo já anunciaram problemas e são useiros e vezeiros no quesito "atraso" e agora é o Fluminense, que mais uma vez anuncia falta de dinheiro para quitar o pagamento de agosto e diz, através de nota oficial, que não há solução para o problema de imediato e isto só na parte que cabe ao clube, dizem os dirigentes, que chega a R$ 1,4 milhões mensais

Este é o futebol profissional no Brasil, onde a entidade máxima "nada" em dinheiro e os clubes ficam de pires nas mãos…

Galo vence Peixe em um ótimo jogo de futebol

Pode não ter sido um jogo mágico, encantador ou daqueles que te deixam estasiado no final do espetáculo, mas Atlético Mineiro e Santos fizeram ontem, no Independência, um jogo bem disputado, corrido e com lances bem interessantes, não chego a dizer que foi melhor jogo do ano, porém o incluo entre os melhores do Brasileirão 2014.

O Santos começou irritante, para sua torcida claro, com jogadas bisonhas e infantis, principalmente com seus dois medalhões, Leandro Damião e Robinho, que pareciam dois postes na frente e não faziam nada para buscar algo melhor para o Peixe e, do outro lado, Tardelli, que vive um momento mágico, fazia a diferença para o Galo e tudo que tentava dava certo, inclusive o primeiro gol, que foi "espírita', fez o cruzamento e a bola enganou Aranha.

Aproveitando a boa fase o Atlético fez 2x0, gol contra incrível de Cicinho, e poderia ter ensaiado uma goleada inesquecível, embora o Santos tenha colocado duas bolas na trave de Victor o time mineiro deu trabalho a…

E o Brasileirão segue seu rumo

E não é que tem mais Brasileirão hoje? E o Botafogo, outro que reclama dos erros dos amigos do apito contra ele, entra no gramado do Maracanã para tentar vencer o Goiás e fugir da zona do rebaixamento, que anda namorando há algum tempo e pelo que vi  hoje, no Globo Esporte, a cada rodada que passa fica mais difícil conseguir os pontos necessários para permanência na Série A.

Mais dois jogos e objetivos diferentes para dois paulistas, um querendo deixar a lanterna e outro almejando algo mais que uma Sul Americana. Palmeiras em casa contra o Vitória é um jogo de risco para o Verdão e o Santos, fora de casa, contra o Atlético Mineiro, é um osso duro de roer para o Peixe.

Não sei se vejo ou deixo de ver, a rodada de ontem me deixou decepcionado, sim, os árbitros erraram a favor do Flamengo e eu comentei aqui que não gostei, mas foram erros que determinaram vitórias do rubro-negro, dirão vocês, eu digo que sim, mas o que vi ontem foi uma "caça" ao Flamengo que ainda não tinha visto…

Enquanto isto, na fila do pão

Estava até preocupado em enfrentar a fila do pão hoje pela manhã, afinal meus comentários sobre os erros de arbitragens neste Brasileiro 2014 tem sido alvos de manifestações dos amigos aposentados e dos "entendidos" que por lá aparecem todas as manhãs para uma prosa e, claro, levar para casa o pão nosso de cada dia.

E não é que me surpreendi, positivamente, logo ao chegar no estabelecimento? -  E aí, Dutra, você adivinhou a lambança, hem? Era o tricolor Arantes, que me saudava na porta da padaria e me cedia o lugar, no final da fila, para que pudéssemos prosear por mais tempo sobre as partidas de ontem, pelo Brasileirão.

Marcinho, flamenguista juramentado, era o mais exaltado, mas JR, bem tranquilo, não pensava igual ao gerente, que hoje estava no caixa. - Calma aí, Marcinho, olha o troco errado, o prejuízo aí não são três pontos e sim em reais e dói no bolso, diz JR com a experiência de anos e anos de caixa de banco.

- Um absurdo, só porque inventaram dois pênaltis para o Flam…

Série A - E eles bagunçaram a quarta-fera

Não tenho bola de cristal ou sou um destes abençoados adivinhos, sou um simples mortal e um mero conhecedor de futebol e dos bastidores do dito cujo, porém, tem sempre um porém, previ as péssimas arbitragens desta noite, pelo Brasileirão, ao ver a escala da CBF para os jogos no Rio e em São Paulo, onde jogaram Fluminense x Grêmio e São Paulo x Flamengo.

Ademir Tadeu já nos deixou pelo mesmo motivo que hoje me deu vontade de também deixar de escrever, comentar ou conversar sobre futebol, as arbitragens no Brasil não são ruins ou fracas, como muitos pensam, são tendenciosas e, como na velha Ferj dos anos sem televisão e na Segunda e Terceira Divisão Carioca, o "serviço" é feito de acordo com interesses da entidade.

E qual seria o interesse da entidade nestes dois jogos? O Flamengo, que já foi ajudado para fugir do rebaixamento, dá a vez para o São Paulo FC crescer na tabela e não deixar o Cruzeiro, que venceu o jogo mais cedo, disparar e abrir dez pontos de vantagem na metade do…

Flamengo de luto: Morre o Bode Atômico

Imagem
Morreu um dos caras que mais admirei como atacante, não que fosse um suprassumo ou um gênio da área, mas tinha presença, força na cabeçada e uma perna esquerda quase fatal. Morreu Dionísio, que recebeu a alcunha, como sempre do genial Waldir Amaral, de "Bode Atômico", pela força de sua cabeçada sempre perigosa.

Me lembro bem de Dionísio com a camisa 9 do Flamengo, eu, ali da geral, não cansava de aplaudir e, nas peladas ou nos jogos a vera, tentava fazer tudo aquilo que ele fazia no Maracanã, na Rua Bariri, em Conselheiro Galvão ou na Ilha do Governador, lugares onde acompanhei o rubro-negro por alguns anos e vi o artilheiro marcar e me dar alegrias.

Dionísio viveu o auge justamente no período em que o acompanhei, in loco, nestes estádio que eu citei acima, e marcou neste período (67 a 72) 65 gols em 164 jogos com a camisa do CR Flamengo e, agora a pouco, o Geneci Pestana, seu companheiro de rodadas de chopes na Tijuca, me informava que ele morreu dormindo, talvez um infarto f…

Fifa desmente CBF e diz que não mudou conceito

Quando eu digo por aqui que nossa arbitragem é a pior do mundo e a comissão de arbitragem de CBF e da Ferj são as mais confusas, tem seguidores que ainda crê que estou sendo parcial ou defendendo interesses do meu clube ou coisa parecida. 

Agora a pouco, no globoesporte.com a Fifa deu um "pito" na CBF e desmentiu qualquer informação da entidade internacional sobre a circular da entidade brasileira distribuiu a seus árbitros sobre "mão na bola" ou "bola na mão", para padronizar as lambanças dos sopradores de apito nas últimas rodadas e desqualificar a opinião de alguns torcedores sobre o tema em questão. 

Aquele pênalti do Antonio Carlos, no domingo, pró Corinthians, mostra que a CBF estava mesmo equivocada, o zagueiro não tinha a intenção de colocar a mão na bola e foi punido com a falta máxima, pairou dúvidas e os "juizes" das tevês logo defenderam o soprador de apito dizendo que a Fifa mudara o conceito de ver os lances capitais. 

Citei este exem…

Série A - Se não atrapalharem a quarta-feira promete

A coisa mais ridícula que li hoje, na mídia esportiva, foi a manchete do Globoesporte.com: "Marim quer revanche contra a Alemanha, pode até ser lá". Que feio, revanche com os germânicos só em outra semifinal de Copa do Mundo, certo? Esta imprensa brasuca também entra em cada furada que dá até para comparar com o nível de nossos dirigentes, fraco e decadente. 

Mas vamos ao que temos de melhor na quarta-feira aqui no Brasil, pois na Europa os jogos são sem graça e desequilibrados, daqueles que já sabemos com antecedência que em goleada por aí e a certeza de que o grande vencerá o pequeno ou o médio, como fizeram ontem Real Madrid e Bayern Munique e como não tem clássicos ou Champions League o negócio é apreciar Neymar e Messi no Barcelona, que joga à tarde na Espn,

Os jogos das dez da noite são daqueles que podem oferecer bons espetáculos, se os caras do apito não atrapalhares e os treinadores não tentarem suas invenções malucas, o Muricy acena com um quarteto ofensivo de fazer …

Mais um show de horrores na Série B do Brasil

Mais um show e horrores da arbitragem brasileira foi presenciado ontem, no Estádio Castelão, em São Luis, onde o Sampaio Correia recebeu o Vasco para mais um jogo da Série B deste famigerado campeonato promovido pela CBF.

Sua Senhoria, Gilberto Rodrigues de Castro Júnior, mostrou como estão pessimamente preparados os árbitros da entidade máxima do nosso futebol, e aqui não tem nem aquele atenuante da repetição que dá margem a nossa interpretação, os erros foram crassos e claros e não cabe discussão alguma, o moço é simplesmente despreparado para a função. 

E pior do que ele só o futebol do Vasco, que trocou Adilson Batista por Joel Santana e continua a mesma instabilidade e o mesmo futebol feio, digno de Segunda Divisão, e que vai levar o time de volta a Primeira por falta de qualidade nos adversários, que conseguem ser piores ainda e a STJD, que tirou 21 pontos do América Mineiro e cortou um concorrente do time da Colina.

Pênalti que não houve foi marcado, pênaltis que existiram e não f…

Futebol na TV - Tem Real Madrid, Bayern e Vasco

Temos um bom cardápio de futebol, na telinha da TV, para esta terça-feira, inclusive com emoções duras do Brasileirão Série B, onde o Vasco da Gama dá um pulo até São Luiz, no Maranhão, para conhecer a força do Sampaio Correia jogando dentro de casa. Muito cuidado é pouco para o Gigante da Colina, que segundo nformações que chegam estará sem cinco ou seis titulares.

E a bola rola a partir de três da tarde, no Alemão, quando poderemos conhecer a sensação da Bundsliga, o Padervbornr, que joga em Munique, contra o Bayern, e veremos então se o time é apenas uma "zabra" passeando por solo germâmico ou chegou a Primeir Divisão para ficar e fazer história. Conferimos na Espn.

No mesmo horário, 15h, tem Real Madrid em campo novamente. Depois do elástico placar no sábado, contra o pobre La Coruñha, 8x2, os galáticos de Cristiano Ronaldo enfrentam o Elche, no Santiago Bernabeu, e você pode assistir no Sports+, se tiver Sky, caso contrário só em VT amanhã na Espn.

E tem um punhado de j…

O futebol não é mais o mesmo?

Me parece que o futebol perdeu mesmo a graça e mudou definitivamente a forma de ser visto pelo torcedor, antes um apaixonado, e, hoje, um alienado destemperado e irresponsável, que foi transfigurado pelas lentes da câmeras de televisão que agora dão suporte para inúteis e acaloradas discussões. 

Não dá mais para conversar na fila do pão, nas calçadas do centro da cidade ou até mesmo nas mesas dos bares, o "inimigo" não aceita explicações e o futebol, antes uma diversão sadia e um provocador de encontros espetaculares, hoje se transformou em coisa séria demais e um desagregador inverterado de amizade e destruidor de "bolinhas" de bate papo.

O que explicar para o JR sobre o lance do gol do Fluminense? Ele não aceita, em hipótese alguma, que a bola estava parada e por isto o árbitro não marcou a falta "Se fosse para o Flamengo a torcida do Fluminense iria provocar um enorme tumulto", tenta argumentar o mesmo que eu pensei, ontem, na hora do fato, e quando tent…

Pitacos sobre os clássicos do domingo

Vamos então ao que vi zapeando pelos canais Premiere neste domingo de grandes clássicos regionais, pelo menos em São Paulo e Minas Gerais vimos jogos de futebol dentro da tradição de um jogo deste naipe e na Bahia um  jogo disputado e cheio de alternativas. No Rio, bem no Rio, no Fla x Flu, um jogo chato, sem graça, com erros em todos os setores, arbitragem,treinadores, jogadores e organização, até as bolas fugiram da raia.

Se o Cruzeiro perdeu para o Galo e via sua diferença cair de sete para quatro, o São Paulo resolveu o problema e, com ajuda luxuosa do soprador de apito de plantão, o Corinthians venceu o derby e subiu na classificação. Aquele pênalti maroto e a expulsão no segundo pênalti, se fosse pró Flamengo, cairia o mundo, aliás no Maracanã teve ajuda e estamos esperando a mídia, chamada de rubro-negra, mostrar os pequenos detalhes.

Em Salvador, onde vi somente dois ou três lances importantes além dos gols, o Vitória bateu o Bahia e saiu da zona de rebaixamento e embolou o Z4 d…

Jogo feio, fiel retrato de um Fla x Flu decadente

Realmente, a torcida tricolor canta com toda razão, aliás quem canta é o Fred, atacante do Fluminense, em todos os jogos contra o Flamengo: "Eu teria um desgosto profundo, se faltasse um Flamengo no mundo". 

Flamengo melhor em campo, fazendo um jogo correto, com marcação forte e saída certeira pra o contra ataque, sem objetivo forte, apenas saída veloz pelos flancos, mas quando o negócio era concluir, fracasso total, alias o Alecssandro fez uma dos piores primeiros tempos desde que chegou na Gávea.

E foi numa jogadas destas, pelos lados do campo, que o Flamengo encontro o gol de abertura do placar com Eduardo da Silva brigando na área como autêntico centro avante, Gol e contusão, o atacante sentiu a coxa e pediu para sair. 

Com a troca, Eduardo por Mugni, o Flamengo caiu de produção e o Fluminense cresceu, Luxemburgo mais uma vez errou na troca e deixou o time sem força ofensiva e sem velocidade no contra ataque. Mugni não resolveu. 

E no outro lado, Fred, com um empurrão bem ní…

Inglesão lava a alma do fá do futebol

Se ontem vi duas autênticas peladas, cujo desenrolar nem sequer prestei atenção, ambos ambas pelo Brasileirão 2014, hoje lavei a alma com um belo jogo pelo Inglês, agora pela manhã, quando recebi uma aula de como se joga um futebol ofensivo e como não se joga um futebol defensivo. Como isto?

Fácil, o Manchester United enfrentou o Leicester, campeão da Segunda Divisão inglesa, com suas feras todas em campo, ou seja, Van Basten. Falcão Garcia, Ronney e o recém contratado Di Maria, que iniciaram o jogo de forma fantástica, abriram 2x0 com facilidade e em seguida sofrem um gol que botou o jogo nervoso e equilibrado.

No segundo tempo Van Gall não soube controlar seu time na defesa, onde Rafael, o ex-lateral do Fluminense, era a peça mais vulnerável e pelo seu lado o Leicester fazia a festa. O poderoso United fez 3x1 e mandava no jogo com tranquilidade e foi aí que o treinador se equivocou, tentou jogar mais na defesa e deu espaço para o pequeno Leiscester, que iniciou uma arrancada espetacul…

Jogos fracos do sábado botam Fogão na beira do caos

Torcendo para que o domingo seja realmente de bons jogos no Brasileirão, os clássicos prometem pelo menos rivalidade sadia e muita adrenalina nas arquibancadas, eu disse prometem, se vai acontecer eu não tenho certeza, e, o que tenho medo, é que se repitam as mediocridades apresentadas por Atlético Paranaense x Internacional, que tem a desculpa da chuva e do gramado pesado, e Criciúma x Botafogo, os dois jogos de ontem à noite que foram autênticas peladas.

A vitória do Colorado, em Curitiba, deixou o Furacão em situação difícil na tabela e o empate do Glorioso contra o Tigre, em Santa Catarina, deixa os dois na zona de degola e brigando para não cair, e, como sempre tem acontecido nestas últimas rodadas, os comentários sobre o jogo fica reduzido ao tempo que vi das partidas, e ontem não foi diferente, vi um programa opcional enquanto a bola rolada na telinha e acompanhei boa parte do jogo no meu notebook, em tele minúscula e com pouca atenção ao evento de baixa qualidade. 

E o domingão tem clássicos por todo país

Que domingão de futebol nos oferece o Brasileirão 2014 em sua rodada de número 23, a quarta do returno, que terá clássicos por todo este país que antigamente chamávamos de país do futebol. O domingo tem Fla x Flu, no Maracanã, tentando reviver um dos mais místicos jogos do Brasil, tem o grande derby paulista, na Arena de Itaquera, Ba x Vi, na Fonte Nova e Cruzeiro x Atlético, no Mineirão. 

Ontem assisti uma entrevista, na Espn, com Dirceu Lopes, um dos grandes craques que vi jogar nos anos 60 e 70, que falou sobre o clássico maior dos mineiros e recordou belos jogos entre Galo e Raposa, claro que passou Tostão, Piazza e Zé Carlos, do seu Cruzeiro, e por Reinaldo, Cerezo e Éder, amigos fora de campo e adversários ferrenhos dentro das quatro linhas.

E a repórter, que conduziu muito bem a entrevista, quis saber se dava para comparar o seu tempo com o de hoje, e o craque, mostrando que também é bom fora de campo, driblou a pegunta e falou que não dá para comparara porque são épocas distinta…

Vitória de virada do Gigante na Colina

Não estava assistindo ao jogo do Vasco, em São Januário, contra o Náutico, preferi ver a outra semifinal do Mundial de Vôlei, de onde sairia o adversário do Brasil, que venceu a França mais cedo, e enquanto não acabou Polônia 3 x Alemanha 1 eu não virei o canal, dei apenas duas ou três zapeada e vi que o 0x0 era teimoso e o jogo não me agradava, nos poucos segundos que assisti.

Vitória da polonesa, definido o adversário brasileiro amanhã, na final em Wadowice, cidade bonita que tive o prazer de conhecer no ano passado, na Polônia, um banho e enquanto botava uma cerveja portuguesa, não aquela faixa azul de antigamente, da Antártica, mas a Super Bock, que chega ao Brasil fazendo sucesso (que comercial, hem?) o celular vibra e meu amigo Beto dizia na mensagem via Wathzaap: "Danou, Vascão. Náutico 1x0 e o seu xará era culpado".

Resolvi ver o final da partida e o que via era domínio do Vasco e, devido ao nervosismo do placar adverso, com São Januário praticamente lotado, fazia com …

Pitacos do sábado - Vasco, Botafogo e Colorado

Por estar totalmente desligado do futebol e privilegiar muito mais a família e os amigos, principalmente quando um primo distante vem nos visitar, caso específico do Marco Antonio Cunha de Oliveira, neste sábado, com sua Lilian e o filho Bruno, até me esqueci do compromisso de atualizar o blog com comentários novos e destacar os jogos dos cariocas, Vasco e Botafogo, que jogam hoje e São Januário e no Heriberto Hulse, respectivamente. 

O jogo do Vasco é complicado não só pelo adversário, o tradicional Náutico Capiberibe, mas também pelo fato do time estar em má fase e procurando acertar a nau que anda um pouco a deriva nestes últimos jogos, nem mesmo a presença de Joel Santana, o novo comandante da caravela, foi o suficiente para arrumar o time e dar um prumo no esquema tático do Vasco da Gama. 

Nem sei se aponto o Gigante da Colina como favorito, creio que nem mesmo o fiel e fanático torcedor está acreditando na virada, mas como a fé e a esperança andam de mãos dadas o momento é de acre…

Série A - Futebol de baixo nível na quinta-feira

Se meu  velho pai, Zebinho Dutra, estivesse vivo certamente ontem era um dia para ele se zangar com a televisão e fazer aquela cara de enjoo e dizer: "Que coisa feia, não tem nada para ver e nada que preste nesta televisão de hoje". 

Eu, repetindo o Zebinho, disse para minha mulher, tão logo terminou o jogo na Arena Grêmio: que futebol desgraçado de ruim, dois jogos exibidos na telinha e duas porcarias para me irritar com arbitragens ruins, futebol de baixo nível técnico e treinadores sem nenhuma criatividade ou planejamento tático e técnico.

E olha que estavam em campo três dos maiores clubes brasileiros, Corinthians, que mais uma vez decepcionou jogando contra um dos menores do país, Grêmio e Santos, que por sinal não deveriam somar nenhum ponto e serem descontados alguns pelo péssimo futebol exibido no empate em zero a zero lá em Porto Alegre. 

Como já disse aqui, em várias oportunidades, não tenho nada contra o Corinthians e sou fã da grande massa torcedora, chamada de &quo…

Seleção da CBF: Nada a declarar

E na fila do pão me cobraram um comentário sobre a convocação de Dunga, para mais amistosos que encherão os cofres da CBF de dólares e Euros e desfalcarão os times de ponta, no Brasileirão e nos jogos decisivos da Copa do Brasil, e que não darão respaldo algum ao treinador e ao futebol do Brasil, afinal os caras que estão sendo chamados não merecem vestir a camisa que um dia foi pesada do bom sentido da palavra.

Como diria  aquele velho ministro da justiça de um destes governos brasileiros: "Nada a declarar"

Fiasco carioca na rodada de quarta-feira

O empate de ontem, no Pacaembu, entre Palmeiras e Flamengo, foi definido perfeitamente pelo velho Ermê Sollon, que me ligou cedinho para saber detalhes da minha viagem a Brasília. 

- Dutra, o Flamengo do primeiro tempo foi o Palmeiras, de Luxemburgo, da década de 90, fez 2x0 e poderia ter liquidado a partida, enquanto o Palmeiras foi o Flamengo, de Dorival Júnior, do ano passado, feio e jogando um futebol sem tática ou planificação. No segundo tempo os papeis se inverteram e o Flamengo jogou como nos tempos de Dorival e o Palmeiras como o Palmeiras de Luxemburgo, empatou  jogo e poderia ter virado.

Sem muitas delongas eu digo que o pitaco foi análise perfeita e concordo que o empate foi justo para o que fizeram as duas equipes, e arremato dizendo que se não fosse Valdívia mostrar seu lado rubro-negro e ter feito aquela grande bobagem, o resultado poderia ter sido outro, afinal, ninguém fica impune de castigo por escalar um meio campo, mesmo que por 45 minutos, com Amaral, Luiz Antonio e…

Champions League^Gols, defesas e frustrações

Terminou agora a pouco a primeira rodada da Champions League, e o jogo que escMuolhi teve exibição de gala de dois grandes goleiros do futebol mundial, Noier, do Bayern Munique e Hart, do Mancheste City, que impediram um placar maior do que o magro 1x0 para o time Bávaro, gol marcado nos nos acréscimos.

Se os goleiros brilharam em Munique o mesmo não aconteceu em Roma, onde o time da casa goleou o CSKA Moscou por 5x1 e abriu 4x0 ainda no primeiro tempo e em Portugal, onde o Porto sapecou 6x0 no Bate e se transformou no maior placar da rodada. 

Apenas um 0x0 na rodada, Atlhetic Bilbao x Shahktar e dois outros magros 1x0, inclusive do Barcelona, o todo poderoso time Catalão, sobre o pequeno Apoel, do Chipre, que deixaram frustrados os 75 mil pagantes que foram ao Camp Nou para ver a estreia do time de Lionel Messi e Neymar Jr. 

Para quem estava com saudade do futebol foi até legal, bons jogos, grandes gols e maravilhosas defesas marcaram a quarta-feira de bola rolando na telinha, e, espero…

Girando pelo Mané Garrincha

Imagem
Nossa presença, no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, este é o nome oficial da Arena do Distrito Federal, foi registrada pela câmera do celular e você, amigo e seguidor do blog, pode notar a preocupação do Categoria com o seu Vasco da Gama, que fazia uma péssima apresentação.

José Luiz da Silva compenetrado, ouvindo o torcedor vascaíno, que não parava de reclamar nas arquibancadas e tentando achar uma solução para Joel Santana. 

Aqui ao lado, foto no intervalo, deu para tirar um sorriso do rosto do Categoria, afinal, naquele momento, o Vasco vencia por 1x0 e a esperança de vitória era latente.

Foi um sábado bem interessante e de muitas alegrias, conheci o Lago Paranoá, point da juventude brasiliense, andamos pelo Eixo Monumental, visitamos a praça dos Três Poderes e ainda tivemos tempo para ver futebol e conhecer mais um estádio onde aconteceram jogos da Copa do Mundo 2014. 


Estou de volta a velha rotina

Olá amigos e seguidores, uma semana de folga e cá estamos nós, de volta de uma boa maratona turística por Brasília e Goiás, onde além do turismo normal de um viajante brasileiro, tivemos a chance de conhecer o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, palco de jogos da Copa 2014 e ver de perto o que acontece com o Vasco da Gama, que trocou de técnico mas continua com os mesmos problemas dos tempos de Adilson Batista.

Deixando registrado o agradecimento ao meu cicerone e meste de cerimônias na Capital Federal, José Luiz da Silva, que mostrou o porque é chamado de Categoria, voltamos a rotina das conversas por aqui nesta quarta-feira, de muito futebol na telinha e pouco a comentar do que passou nestes últimos dias, não vi nada, exceto o jogo de sábado, pela Série B, o empate do Vasco e Atlético Goianiense, em Brasília. 

Hoje tem Palmeiras x Flamengo, antes um dos jogos imperdíveis dos anos 70 ou 80, e, hoje, com a má fase de ambos, principalmente o Verdão Paulista, o jogo não atrai a a…

Até quarta-feira

Imagem
Este final de semana estarei ausente e o convívio com os amigos será curto e através do Facebook ou Twitter, por aqui passarei apenas para dar uns pitacos curtos, falar sobre o que verei em Brasília e comentar de forma sucinta o que puder assistir do futebol. 

Não vou ao Estádio Nacional Mané Garricha (foto), a CBF não é organizada a ponto de me informar, com antecedência, que nesta quarta-feira haveria um jogo clássico por lá, Botafogo x São Paulo, e por isto perderei uma visita com um bom jogo de futebol e a farei apenas como um turista normal e casual. 

E, como diz a música, até quarta-feira. 

Mundial de Basquete - E deu a lógica contra o azarão

Se algum dos amigos seguidores leu meu pitaco sobre o basquete de hoje, em Madrid, vai entender o que vou dizer aqui nesta postagem: O Sportv tentou passar uma mensagem de otimismo falando que o time estava bem, possivelmente o favorito para o jogo de quartas de finais contra a Sérvia, retruquei dizendo que era muito difícil e complicado como todos os jogos contra europeus.

E não deu outra, o time esqueceu os fundamentos do treinador Ruben Magnaño, que é ultra defensivo e coletivo, para tentar o individual, principalmente Marcelinho Huertas, craque de bola, que pensou em si ao tentar as bolas de três pontos e as penetrações no fechado garrafão sérvio, pelo menos foi assim que vi a partida e pode não ser a opinião de um especialista, como Zé Boquinha, treinador vitorioso e hoje comentarista dos canais Espn, que ainda não ouvi para dizer se estou certou ou errado.

Comecei a ver e estava gostando do jogo, mas aos poucos as falhas individuais e o emocional ruim derrubava o time do Brasil e …

Papo de Bola - Hoje a bola sobe em Madrid e rola no Brasil

Hoje vai ser uma quarta-feira cheia, tem emoções do basquete a uma da tarde, só que gosta e curte o esporte da cestinha sabe como é duro ver um jogo deste naipe. Brasil x Sérvia, valendo por um Campeonato Mundial, O Sportv está dizendo que o Brasil é favorito porque vem fazendo uma campanha melhor, não acredite nisto, é "patriotada" e um jogo deste não existe favorito e, se tiver, será sempre o time europeu, que tem mais pegada e está mais acostumado a decidir. 

Tem cariocas em ação no Brasileirão, tem clássico nacional sendo jogado em Brasília, Botafogo x São Paulo, pena que chegarei por lá um dia depois, tem Flamengo em Cuiabá fazendo a festa do torcedor do Centro Oeste, tem Fluminense em Santa Catarina, desfalcado, precisando vencer para voltar a sonha com G4, não pensei em título como muitos, mas vaga na Libertadores até que está dentro do possível.

Enfim, uma quarta-feira para ver o tempo passar sem muita preocupação, e com muita tristeza para quem, por motivos de trabalh…

Festa para Natalino porque ele merece. Vasco 2x0

Joel Santana foi o personagem principal da vitória do Vasco, esta noite, em São Januário, sobre o Luverdense, na Série B do Brasileiro, por 2x0. O novo/velho treinador foi ovacionado na entrada em campo e aplaudido de pé na saída para o vestiário após vencer o seu jogo de retorno ao Clube de Regatas Vasco da Gama.

- Eles (os jogadores) fizeram um jogo especial, entraram com força, titubearam um pouco, marcaram um gol e tranquilizaram após ficar em vantagem no placar, disse Joel Santana após a partida ao repórter do Sportv e deu nota nove para o time na atuação desta noite.

Foi legal ver o velho Natalino com o astral lá nas alturas, gosto dele apesar de sempre o criticar pela sua estagnação no tempo, Joel não se reciclou e ainda cultua o futebol com aquilo que aprendeu com Gentil Cardoso em seus tempos de aprendizado em São Januário, mas merece todos os louros por sua bela carreira, construída com títulos e por passagens por grandes clubes do país. 

Agora o Vasco  es tá firme e forte no G…

Papo de Bola - Amistoso, muvuca, Série B e polêmica

Hoje tem mais um daqueles inúteis amistosos da seleção da CBF, ou melhor, dos empresários da CBF, donos dos jogos e das contas no exterior da entidade brasileira, e o assunto principal não foi o deste jogo e sim o corte de Maicon, explicado ontem, à tarde, pela executiva que está nos Estados Unidos mais em razão dos boatos corridos no Brasil do que para explicar de verdade o afastamento do lateral, que diga-se de passagem não poderia estar vestindo a camisa que um dia foi de Carlos Alberto Torres e Djalma Santos, mas como é amigo do ex-treinador e o pai é amido do atual, tudo em família. 

Mas o amistoso contra o Equador vai definir muita coisa para a Copa 2018 ou para Olimpíadas 2016, certo? Errado. Dos jogadores convocados nem a metade terá idade para jogar na Russia ou no Rio de Janeiro, são veteranos em ação que foram chamados por pura falta de opções e pelo motivo financeiro, a CBF não quis aproveitar a Data Fifa com jogos da Sub-23, que foi convocada pelo Gallo para jogar outros c…

Li no Ururau: Ferj e LCD podem fazer torneio regional

Li agora, no site Ururau, a "novidade" lançada pela Liga Campista e a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, que seria a realização de um torneio regional, que segundo o texto teria oito times de Campos e arredores, com apoio da Ferj e responsabilidade da LCD. 

Não vejo como uma solução para o futebol da cidade, oito clubes e, pelo visto, teremos os quatro de Campos, Goytacaz, Americano, Rio Branco e Campos Atlético, São João da Barra, Quissamã, Macaé, Italva e Cardoso, por exemplo, que jogariam em duas chaves e seria imposição dos organizadores a disputa com jogadores da categoria Sub-23 para reviver a descoberta de talentos regionais.

Porém o texto deixa brechas de que poderemos ter um Campeonato Campista com auxilio luxuoso da Ferj, e neste caso inviabiliza as presenças dos co-irmãos vizinhos citados no parágrafo anterior deste comentário. O grande X da questão é sobre as datas e da fórmula de disputa, não está explícito no texto do site Ururau e quem será o patr…

Basquete e futebol alegraram o domingão

O domingo foi muito bom para quem curte o esporte, principalmente o basquete e o futebol, que nos proporcionaram bons espetáculos durante a tarde e algumas emoções que há muito não sentíamos, no que diz respeito ao basquete foi até em dose excessiva de emoção, vencer a Argentina, com vinte pontos de diferença e com direito a exibição de gala do armador Raulzinho, reserva de Huerta, não tem preço e não estava no cardápio.

Outro programa que foi de bom nível foi Fluminense 3 x Cruzeiro 3, no Maracanã, também foi bem agradável, e, como no sábado, no mesmo Maracanã, o treinador que teve medo de atacar foi castigado no final, caso Luxa ontem, que tirou Recife e não teve coragem de ousar e botou o brucutu Amaral, Marcelo Oliveira tirou um atacante e colocou um volante quando estava 3x2 para a Raposa e o Fluminense achou o empate e por pouco não virou o placar.

E o Botafogo, que foi a Belo Horizonte enfrentar o Atlético Mineiro, que segundo a imprensa mineira tinha quinze desfalques, será? E d…

Papo do Armazém - Café da manhã com Bicudo

Bicudo apareceu pelas imediações da Formosa em pleno domingo, me esperou descer para pegar o jornal e me convidou para ir até ao Armazém para um dedo de prosa com a turma, que já está organizando o churrasco dominical e preparando o terreno para começar os trabalhos, que se abrem por volta das onze da manhã.

- Chefia, vamos ao Armazém para você me dar uma ajuda, tem uma turma do "arco íris" por lá que está me zoando desde a hora que cheguei para tomar um café com o Lenílson, tricolores, vascaínos e botafoguenses não se cansam de me encarnar, parece até que o Flamengo perdeu a decisão do mundial de clubes na noite de ontem, diz o porteiro amigo quase suplicando.

Fui até lá e o Edu estava com um sorriso do tamanho de sua alegria: - Chegou o defensor do Bicudo, grande Dutra, explica aí a derrota de ontem, não teve pênalti e o Flamengo perdeu, né mesmo? Foi a minha recepção.

Verdade, não houve pênalti não houve vitória, até concordo, mas cá pra nós, Edu, aquele gol do Vasco, ontem,…

Série A - Flamengo perde com Maraca lotado

- Dutra, que decepção, 60 mil rubro-negros lotando o Maracanã e o time não encaixa um futebol digno do público presente. Estou frustrado e mais uma vez te dou razão, você me avisou antes. Diz meu conterrâneo, Carlos André, pelo celular, descendo a rampa do Maracanã após a derrota do Flamengo para o Grêmio, ontem à noite. 

Verdade, eu avisei aos amigos que as cinco vitórias, consecutivas, foram frutos do esforço concentrado e de um trabalho minucioso de Luxemburgo, que botou na cabeça de seus jogadores que o rebaixamento seria uma humilhação e encaixou, como ele, Carlos André, queria, um jogo defensivo, feio mas produtivo para enfrentar times de porte menor do que o seu. 

Porém, tem sempre um porém, o Grêmio pratica um estilo de jogo igual ao do Flamengo de hoje mas tem um ataque mais ousado e um meio campo bem mais criativo e jogadores com mais capacidade ofensiva do que montou Luxemburgo, não que Felipão seja o gênio do ataque, mas Giuliano e Dudu correm muito mais do que Alecssandro o…

Série B - A volta do Machão da Gama

Excelente a vitória do Vasco agora a tarde em Belo Horizonte. Grande resultado para o interino Jorge Luiz, que entrega o comando a Joel Santana com o time no G4 e, com uma vitória desta, sobre um concorrente direto, jogando na casa dele, e de virada, fica ainda mais gostoso e muito mais motivacional para as próximas rodadas.

Quando o América abriu o placar houve suspiros no Armazém, onde estava para buscar a "loura" para o final da tarde e início da noite, quando começa Flamengo x Grêmio, e o Bicudo ameaçou com um "mas já?", e antes mesmo de meu retorno a minha poltrona favorita o Vasco já fazia 1x1 e 2x1 com méritos e sofreu um castigo no final do primeiro tempo com o gol de empate de Obina.

No segundo tempo equilíbrio total e qualquer um poderia definir o jogo em um dos muitos ataques, mas foi o Vasco quem  marcou e levou para São Januário uma bela vitória por 3x2. 

Não vou alongar no pitaco, apenas confirmar o primeiro parágrafo deste texto, Vasco venceu justamente…

Encontro de gigantes dentro e fora de campo neste sábado

Esqueça tudo o que passou no meio de semana, aliás nem sei o que aconteceu ontem, em Miami, entre Brasil e Colômbia, o que sei é apenas o que li, na mídia esportiva esta manhã, um gol de falta, cobrada por Neymar, e uma magra vitória do time de Dunga, se foi interessante ou se interessou não é comigo, o que interessa, de verdade, é o que está rolando no Brasileirão e hoje tem Flamengo x Grêmio, no Maracanã, e minha atenção estará toda voltada para o clássico, que promete ser dos mais quentes dos últimos anos.

Nem só dentro do gramado o clássico será intenso, nas arquibancadas, tomara que tudo corra dentro da normalidade, o torcedor rubro-negro fará uma festa bonita, pelas informações que chegam todos os ingressos estão praticamente vendidos, e gremista que aparecer por lá tem que ser bem tratado, afinal não foram estes que insultaram o goleiro do Santos e o clube já foi punido pelo ato infeliz de meia dúzia de idiotas, que tudo se transcorra em harmonia e paz.

Dentro do campo sim, o bic…

Mais uma "revanche" da Copa 2014

O Mundial de Basquete está de folga nesta sexta-feira, as quartas de finais começam no sábado, mas o Mundial de Voleibol está quente e a fria Polônia está esquentando com tantos jogos de qualidade acima da média. 

Mas o assunto de hoje é o amistoso da seleção da CBF, lá em Miami, contra a Colômbia e, cá pra nós, que ninguém nos ouça, Neymar como capitão e artista principal, fazendo malabarismo e brincando de pop star, com Tardelli titular e um time diferente, que treinou apenas uma vez em conjunto, eu não tenho medo de dizer que os colombianos são favoritos para o caça níquel. 

Dunga diz que começa a preparar o time para 2018, será? Com Miranda, que deveria ter vindo a Copa no lugar do incrível Henrique, Elias, Tardelli, Maicon e outros menos votados, que terão idade avançada na Copa da Rússia e portanto carta fora do baralho, Dunga diz que está renovando a seleção nacional do ex-país do futebol.

Ah! É uma revanche do jogo da Copa? Virou mania esta chamada da televisão para a partida, qu…

Papo de Bola - Pitacos de sexta-feira.

@ Conhecido ontem o adversário do Corinthians na Copa do Brasil, não terá o Timão a chance de enfrentar o grande rival doméstico, Palmeiras, pois o Atlético Mineiro não deixou e passou pelo Verdão com facilidade, apesar do placar pequeno (2x0) e mostrou ao Dorival Júnior, que viu o jogo no Independência, que terá muito trabalho e terá que ter muita sorte para não ser rebaixado com o Palmeiras no final da temporada do Brasileirão.

@ Conhecido ontem o novo treinador do Vasco da Gama, aliás um velho conhecido dos times cariocas e o "Salvador da Pátria" de muitos times para onde é chamado para apagar o incêndio. Joel Santana, o velho Natalino, está de volta ao banco depois de uma passagem pelo mundo da publicidade onde se tornou um exímio garoto propaganda. Roberto pensa em chamar Felipe, o craque, para ser o assistente de Joel. 

@ Hoje tem seleção da CBF em campo e, acreditem, em uma reunião de boleiros, dirigentes, amigos do futebol, na noite de ontem, se falou de tudo, até mesm…

Rádio o melhor companheiro

Imagem
Bom mesmo era o futebol pelo rádio, só com o som chegando aos nossos ouvidos, não tínhamos as imagens para nos deixar com dúvidas ou acreditar que a arbitragem é tendenciosa. Bom mesmo era no tempo do Mário Vianna ditando regras e informando se foi ou não gol legal. 

Bom mesmo era ouvir Jorge Cury dizendo que o Flamengo estava sendo garfado ou o Ruy Porto comentar que estavam roubando o Fluminense e Saldanha dizendo que o Botafogo jogava de forma errada.

Bom mesmo era ouvir Waldir Amaral narrando com sua tranquila postura e pedindo sempre a opinião de quem estava atrás das metas. Estes eram nossos olhos, estas eram nossas guias e a nossa razão de ver futebol. 

Hoje é diferente, o rádio foi esquecido e já não é nosso fiel companheiro das jornadas esportivas e não mais o consultor de nossas dúvidas. Hoje é diferente, o rádio passou a ser uma opção distante e nem mesmo nas arquibancadas ele está conosco, os celulares, com TV digital, substituem as opiniões dos "pontas" estacionado…