Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2016

Tragédia com avião da Chape mata Bruno Rangel e mais 74 na Colômbia

Imagem
É muito difícil, muito duro mesmo, para um veterano jornalista esportivo sentar ao computador para escrever sobre uma tragédia, não uma derrota trágica de um time de futebol, e sim uma trágica notícia de um desastre aéreo que dizimou um time de futebol inteiro e ainda por cima levou para o oriente eterno um punhado de companheiros da imprensa.

Os meus seguidores já tomaram conhecimento da terrível notícia da madrugada: "Avião que levava a Chapecoense para o primeiro jogo da final da Sul Americana, cai nas proximidades de Medelín,na Colômbia, e mata 76 pessoas, entre estes 21 jornalistas e quase toda a delegação da equipe catarinense".

Duro, para quem acompanhou os primeiros passos de um destes jogadores, como eu acompanhei de perto Bruno Rangel (foto acima), atacante campista, artilheiro da Chape. Duro, para quem trabalhou lado a lado, nos estádios da vida, como Vitorino Chermont, jornalista da Fox Sports. Duro para quem um dia teve Mário Sérgio como ídolo no gramado, hoje com…

Fla vence e Palmeiras é o campeão Brasileiro

A Globo não exibiu Flamengo x Santos para sua grade no interior do Rio, e aí, bem aí Bicudo resolveu sair da toca, coisa que aos domingos ele não faz, e chegou de mansinho, trajando o manto sagrado e Marina, preocupada com o punhado de cervejas que poderia ser consumida em noventa minutos, proibiu o uso das cervas na sala e disse: 

- Cerveja aqui só se for para comemorar gol do Flamengo, e meu convidado, ou melhor meu visitante, ficou eufórico, pois antes dos quinze minutos Guerrero marcou e a cerveja foi liberada ainda no primeiro tempo. 

Tudo bem, não foi muito legal o primeiro tempo, o Santos foi mais time, jogou mais tempo com a bola nos pés, teve domínio absoluto do jogo mas não finalizava em gol e a defesa do Flamengo, apesar de Rafael Vaz louco para entregar mais uma, esteve firme e disposta a segurar Ricardo Oliveira, apagado, e Copete, que não se criou em momento algum. 

No intervalo, quando Bicudo se sentiu aliviado com o final do primeiro tempo, ouvi dele um comentário intelig…

Domenica Verde em Palestra

E hoje, como comentou Antero Greco, em sua coluna no Estadão, pode ser o Sunday Green, que no bom português  pode ser também Domingo Verde ou Domenica Verde na língua mãe da maioria dos palmeirenses. 

Palmeiras x Chapecoense, coincidentemente dois clubes que vestem o verde da esperança do Palmeiras e que estão em alta no futebol brasileiro, os Periquitos a um ponto do título nacional e o Furacão do Oeste está na decisão da Copa Sul Americana contra o Atlético Nacional, da Colômbia. 

Pode não ser aquele jogo que se espera, decisão sempre é ruim e cheia de tensão, mas a festa Verde, no antigo Palestra Itália e na Rua Tiruaçu será colorida e cheia de vinho, cerveja e quitutes maravilhosos oriundos da colônia italiana, a maior do Estado de São Paulo e, com toda certeza, pelo menos na minha opinião, a festa não será adiada para a próxima rodada. 

E completam a rodada, sem falar nos jogos alternativos onde apenas um dos seis deste domingo tem algo a apresentar ou a acrescentar na emoção domini…

Do ódio ao amor em dois tempos

O torcedor é mesmo passional e um fenômeno quando faz a sua parte nas arquibancadas, com serenidade e amor. O jogo de hoje, no Maracanã, é o retrato fiel de uma paixão desenfreada e inigualável, o amor de uma pessoa por um clube de futebol e, com toda certeza, este amor vai do ódio a paixão em pouco mais de noventa minutos ou durante estes noventa e poucos minutos em que a bola rola no tapete verde. 

Dois cenários distintos deste amor e ódio, o primeiro tempo, vencido pelo Ceará por 1x0 e com o Oeste vencendo o Náutico, em Recife, por 2x0, levou o torcedor vascaíno a um estado de reflexão: "Vamos perder e fazer o novo "maracanazo" ou o Oeste, um rubro-negro" vai evitar o vexame de não subir". 

Vaias, reclamações, xingamentos nas arquibancadas e cadeiras do Maracanã e em todas as redes sociais. Na saída para o intervalo o torcedor não poupou o time e gritou palavras de ordem, mas havia ainda a esperança de subir, afinal o Oeste vencia o Náutico e facilitava as co…

Botafogo joga pela última chance de chegar a Libertadores

E o que temos hoje no Brasileirão/Série A? Hoje, no meu modo de ver, tem a decisão da sexta vaga para Libertadores 2017. Hoje tem dois jogos, Botafogo x Ponte Preta e o confronto direto, Atlético Paranaense x Corinthians, que me dirão, no final do jogo, quem será o sexto classificado para a competição continental, agora mais do que nunca continental, não teremos times do México no ano que vem, como eu já havia deixado bem claro quando mudaram o regulamento e muitos amigos do blog contestaram e mostraram páginas de jornais para justificar, mas eles não tem amigos lá na capital azteca para lhe dizer, com antecedência de quase três meses, que os clubes mexicanos não jogariam a Libertadores caso se mantivesse as alterações.

E hoje, na despedida da Arena da Ilha, o Botafogo recebe a Ponte Preta e precisa vencer para pensar em Libertadores, mas também tem que secar a dupla Atlético Paranaense x Corinthians e um empate lá na Arena Furacão é o único resultado que pode ajudar ao Glorioso Cario…

Vasco na força da torcida e na fé de Jorginho

E  ao chegar ao Armazém, na noite de ontem, para a jornada de sexta-feira, Fernandinho diz para Claudinho: -Amanhã é o Dia D para o se Vasco, né Claudinho? 
- Dia D é o cacete, amanhã tem que ser Dia V, este negócio de D é de coisa de derrotado e nós vamos subir. Mandou de volta o vascaíno confiante no acesso. 

E esta a realidade de hoje, no Maracanã, serão praticamente 70 mil vascaínos confiantes, certos de que a turma de Jorginho fará o tal dever de casa e se mandará da Segundona com um honroso terceiro lugar, que é o que deseja meu companheiro Edu. "Este negócio de vice já encheu o saco, vamos de terceiro mesmo", disse o também empolgado Eduzinho. 

E assim vamos esperar uma boa exibição do Vasco da Gama, que para meu parceiro Carlos Alberto, que ontem sequer foi ao Armazém, será bem difícil. Por que, Carlinhos? 

- Fácil, veja só a escalação do time, Rafael Marques, Rodrigo, Júlio César, Diguinho (aff), Andrezinho e, meu Deus, Jorge Henrique, desabafa o amigo, e arremata, com …

Carioca 2017: Flamengo e Globo se acertaram?

Estou acompanhando o noticiário do futebol carioca e não leio e não ouço nada a respeito da decisão do Flamengo em não assinar contrato com a Globo para o Estadual 2017. O Presidente Rubro Negro, Bandeira de Melo, soltou o verbo contra a Ferj e contra a Globo e disse, para todo mundo ouvir, que seu clube não aceitaria o contrato com a emissora carioca e não queria a Ferj recebendo seu dinheiro para depois repassar ao CR do Flamengo. 

E aí, está chegando a Primeira Liga, mais fraca do que a deste ano, saíram Coritiba e Atlético, ambos do Paraná, entrando Brasil, de Pelotas, e Chapecoense, li sobre a mudança, imposta pela Globo, do Carioca 2017, mas não li nada sobre Bandeira de Melo e sua briga com a TV e Federação. O que terá acontecido nos bastidores e na calada da noite carioca? O Flamengo aceitou e não divulgou ou o Flamengo não aceitou e não divulgaram? 

As últimas notícias sobre o assunto foram divulgadas em agosto/2016 e após esta "briga", travada pelas redes sociais e j…

Papo de Bola - Rogério Ceni técnico do São Paulo FC?

Chega a noticia: "Rogério Ceni está 99% acertado com o São Paulo e pode ser anunciado como treinador a qualquer momento". Imediatamente o telefone toca, meu velho guru Ermê Solon, que dispara: - Ceni tem a coragem que Zico não teve e o São Paulo agiu como o Flamengo deixou de agir, Rogério é o maior ídolo do clube e irá fazer sucesso como treinador porque tem o apoio da torcida, diz um enfático jornalista/torcedor. 

Será? Pergunto eu, também imediatamente. Creio no sucesso do Rogério Ceni, ele tem qualidade e carisma para galgar uma carreira vitoriosa, mas sobre Zico penso diferente do meu guru, não creio que o Flamengo e a torcida estejam preparados para ter o grande ídolo como treinador, no Flamengo as coisas são diferentes, veja o que fizeram com ele, quando diretor, e com Júnior quando tentou ser treinador ou até mesmo dirigente rubro-negro. 

Rogério já faz parte da administração tricolor que há algum tempo, inclusive opinando sobre contratações, mudanças de treinador etc …

Dois jogos, duas histórias e duas finais

Não há como não indicar o Galo como favorito... Disse este blogueiro na postagem de ontem. E hoje, sem medo de ser feliz, digo que errei feio e que no futebol, na briga entre cachorro grande, viva Washington Rodrigues, o Apolinho, não existe favorito absoluto e na condição de igualdade do nosso futebol brasileiro, no momento, todos os competidores tem chances iguais. 

E que jogo de bola legal o de ontem no Mineirão. Que jogo emocionante e espetacular lá na Arena Condá, em Chapecó, onde a incrível Chapecoense segurou um 0x0 contra o San Lorenzo, que até o último segundo tentou o gol da vitória, que o levaria a final da Copa Sul Americana, mas o time catarinense foi valente e organizado, aqui um parêntese para elogiar o sempre criticado Caio Júnior, técnico do Verdão do Oeste, que soube levar adiante o belo trabalho que se faz na Chapecoense. 

Voltando ao Mineirão, onde o Grêmio conquistou uma bela vantagem, dois gols de saldo para o jogo de volta, em casa, o Atlético Mineiro deve estar a…

Papo de Bola - Copa do Brasil decisiva e Champions League morna

E hoje, além dos jogos da Champions League, que começam às 17:45h, tem a partida de ida da decisão da Copa do Brasil, que além de uma vaga na Libertadores dá um prêmio muito bom, em dinheiro, para o campeão. 

Atlético Mineiro e Grêmio começam a decisão, segundo alguns especialistas que ficam no muro e não opinam, em condições de igualdade, porém, tem sempre um porém, não há como não indicar o Galo como favorito para a conquista do título e não há como dizer que o Grêmio poderá reverter um possível resultado negativo lá em Porto Alegre mesmo jogando diante de sua torcida. 

Se o Atlético fizer um bom resultado logo mais, no Mineirão, não creio que o time de Renato Gaúcho tenha condições de virar o jogo na Arena Grêmio, mas como futebol é jogado e o lambari é pescado tudo pode acontecer até mesmo o tricolor gaúcho levar o título, mas minha opinião, apenas isto, é que dê Galo na soma dos resultados. 

Só espero que seja um bom jogo de futebol e não um jogo travado, mal apitado, com o Grêmio j…

Papo de terça-feira: Sobre Champions e rebaixamento

A terça-feira não está me animando, os jogos que gosto de ver, lá na Champions League, não me atraem nesta quinta rodada da fase de grupos e apenas um, Sporting x Real Madrid, vale a pena ficar ligado justamente porque tem o craque da Europa, Cristiano Ronaldo, em campo e com ele no jogo temos a certeza de que pelo menos um "golo" teremos no jogo de Lisboa. 

A Uefa tem um quê de Ferj, aumentou para 32 o número de participantes da Champions e ainda quer aumentar mais quatro na próxima temporada, e o nível caiu assustadoramente a ponto de termos um confronto tipo, Besiktas x Kiev, mostrado ao vivo para todo o planeta sem a audiência de um jogo do Brasileirão da Série B. 

Mas a Champions segue distribuindo milhões de Euros para os 32 participantes e é, realmente, a galinha dos ovos de ouro dos clubes europeus e como a fase de grupos está chegando ao final os mais fortes ficam e os que fazem figuração ficarão pelo meio do caminho ou irão terminar a temporada na Europa League, que …

Papo de Bola - Nuvens escuras em São Januário

Sim, meu caro Claudinho, não comento muito sobre Série B e pouco falo do Vasco da Gama, mas tudo que eu faço tem explicação e neste caso não é diferente. Não comento o que não vi ou por ouvir dizer, gosto de assistir futebol europeu, que sempre acontece aos sábados, no mesmo horário dos jogos da segunda divisão do Brasileirão, e pouco acompanho os jogos desta competição e, por conclusão, por isto também não assisto aos jogos do seu CR Vasco da Gama com intensidade. 

Nem para secar ou torcer contra, como muitos pensam que faço, prefiro ver os jogos do Barcelona, do Real Madrid, os clássicos da Inglaterra ou jogos do Bayern Munique e Burussia Dortmund, que são muito mais interessantes do que os jogos chinfrins da segundona brasileira, e, pelo mesmo motivo não vejo o campeonato português, que tem jogos bem abaixo do nível dos jogados nas divisões organizadas pela CBF. 

Mas, como bom jornalista, acompanho a tabela, leio os comentários dos companheiros, ouço os amigos nas ruas, como faço con…

Papo de Bola - Resposta ao Bicudo

E Bicudo me questiona: - Você não tinha o Palmeiras como favorito para o título e agora vem dizendo que é o time mais ajustado do campeonato, explica porque mudou de opinião, diz o velho parceiro de  boteco. 

Eu não mudei quem mudou foi o Atlético Mineiro, respondi,  meu favorito destacado no início do campeonato, quem mudou foi o Internacional, que começou assanhado e pode terminar assado pelo rebaixamento, quem mudou foi o Flamengo, que após um início tétrico deu a volta por cima e enganou o torcedor, quem mudou foi o São Paulo FC, que deixou de jogar futebol de nível clássico e trocou por um jogo esdruxulo e sem sal. 

Não imaginava o Palmeiras com o título, como também não acreditava que o Flamengo chegasse onde chegou e por aí vão as minhas análises por água abaixo, análises de antes ou após cinco ou seis rodadas, porque há pouco tempo eu cheguei até em acreditar que o rubro-negro pudesse mesmo conquistar o caneco, mas o elenco, como sempre disse, é fraco e as peças de reposição e o…

E o cheirinho acabou em definitivo: Fla empata em casa e diz adeus

Lá pelos vinte minutos, do segundo tempo, eu postei no Twitter e no Facebook duas mensagens que demonstravam como estava Flamengo 2 x Coritiba 0. A primeira comentei sobre o erro de Zé Ricardo, outra vez, na alteração e na manutenção de Márcio Araújo, que fazia o que mais sabe fazer, errar passe e correr atrás para recuperar a bola. A segunda, por volta dos vinte e cinco minutos, eu postei: Flamengo, como sempre, para após os 15 do segundo tempo e Rafael Vaz, em dia de Rafael Vaz, vai entregar. 

E não é que Zé Ricardo errou novamente, sacou Everton, o melhor do time, para colocar Fernandinho deixando Márcio Araújo em campo. O Coritiba gostou do presente e partiu para cima e conseguiu o primeiro gol, que foi sentido pelo time, e chegou ao empate em uma falha de Rafael Vaz, perdido dentro da área e abriu caminho para Kléber empatar o jogo. 

E ainda tenho que ler e ouvir comentários a respeito do título do Palmeiras. "O Palmeiras não tem time e joga feio". Meu Deus! Quanta estupi…

Verdão espera mais uma semana para gritar "é campeão".

O Botafogo se comportou hoje como um grande, que é, do futebol brasileiro. Fez um jogo parelho contra o Palmeiras, líder isolado e absoluto do campeonato, e poderia até sair com uma vitória gloriosa da Alianz Arena neste domingo de definições e de jogos interessantes pelo Brasileirão 2016. 

Gostei muito do jogo, o árbitro não atrapalhou, os jogadores, apesar dos "choros" dos garotos do Palmeiras, também estiveram atentos mais a jogar futebol do que apelar ou reclamar, gostei do atacante Dudu, autor do gol que deu a vitória ao Verdão, que no meu ponto de vista é o grande jogador do Palmeiras, gostei do outro Dudu, o Cearense, que enquanto teve fôlego e pernas foi o homem do meio campo alvinegro ao lado de Camilo. 

Muitas chances perdidas, algumas graças as boas defesas dos dois goleiros, Jaílson e Cidão, e no único vacilo da zaga do Glorioso Alvinegro o Porco chegou ao gol, que nem se fez justiça ao jogo, creio que o empate daria ao Botafogo um resultado merecido pelo que fez d…

Papo de Celular: Dona Bilu manda recado para o Urubu

Hoje até parece que tem decisão do Brasileiro e que tem um clássico carioca na rodada. Hoje até o clima está propício para uma bela jornada esportiva. Hoje os amigos estão animados, será que é por ser domingo ou por ter Flamengo precisando do Botafogo e, como o Glorioso precisa de vitória, tudo pode acontecer? 

Cheguei da missa e o celular apontava quatro ligações não atendidas, não levo o aparelho para igreja, e todas de minha saudosa e querida Gloriosa Alvinegra Tijucana, Dona Bilu, que não me deixa sozinho nestes dias de grandes jogos envolvendo tanto Flamengo quanto o seu Botafogo. 

- Olá, Dutra, estou com saudades do amigo, ainda bem que janeiro está chegando e, com toda certeza, nos veremos novamente em Guarapari, diz a quase centenária tijucana. Mas não é sobre praia ou Espírito Santo que gostaria falar neste domingo, continua Dona Bilu, hoje é dia de ouvir vocês flamenguistas apelando para que o nosso Glorioso Botafogo de Futebol e Regatas jogue com a camisa de vocês por baixo d…

Um dia para sonhar e "secar" na vida do Rubro-Negro

Vou até a padaria, fica a poucos metros de meu prédio, e demoro cerca de meia hora para voltar. Marina, esperando o pão do domingo, o horário da missa estava chegando, nervosa e agitada me liga: 

- O que aconteceu, faz meia hora que você saiu e não voltou com o pão e o leite, aconteceu alguma coisa? Diz Marina, aflita. 

E eu, calmo e esperando a fila andar, respondo que hoje é domingo e que o Vasco perdeu ontem e tenho que dar explicações a um punhado de torcedores irritados com Jorginho e Dom Eurico.

- Deixe estes caras pra lá e volte imediatamente, tenho que ir a missa e o café está na mesa, anda depressa. Dizia a autoritária Marina sem nenhuma preocupação com o Vasco da Gama, afinal, lá na família Azevedo predomina o Fluminense e o tricolor já não pensa em mais nada no Brasileirão. 

Chego à casa e tenho que explicar que o Claudinho me viu sair do prédio e me acompanhou até a padaria, com o jornal Lance na mão, mostrando fotos do jogo de ontem e tentando entender o que aconteceu com seu…

No frio domingo uma rodada quente do Brasileirão

E o domingo frio, aqui na Planície Goytacá faz 18 graus agora pela manhã, vai ficar quente a partir de meio dia. Hoje tem jogos que podem definir o campeonato brasileiro, tem jogos que podem definir o rebaixamento do terceiro clube, pode definir a última vaga, no G6, para a Libertadores e, enfim, podemos ter festa verde em São Paulo. 

Ao meio dia tem Vitória x Figueirense, um jogo que define duas situações, um triunfo do rubro-negro baiano deixa o clube mais folgado na tabela e "secará" o Internacional diante do Corinthians, em São Paulo, amanhã, nove da noite, mas a torcida do Flamengo quer mesmo é pelo menos um empate lá no Barradão para que o Vitória entre na última rodada, contra o Palmeiras, mordido e precisando vencer. 


E na Alianz Arena, o novo e bonito Parque Antártica, o Palmeiras tem que vencer o Botafogo, que também precisa de três pontos para se garantir na Libertadores. O Porco com uma vitória sobre o Glorioso espera dois tropeços, de Flamengo e Santos, contra Cor…

Em 2005 ao vivo e hoje vejo El Clássico na tevê

Imagem
Começa o El Clássico, em La Liga, e não posso ficar longe da tevê, afinal foi este mesmo Atlético x Real, ambos de Madrid, que me proporcionaram a primeira oportunidade de assistir a um jogo de futebol no continente europeu, graças a um concurso da Espn/Sky, que sugeria uma crônica sobre o Campeonato Espanhol, então nomeado como a Liga das Estrelas. 



Foi um momento mágico, Luxemburgo era o treinador Merengue e o time do Real era formado por uma legião, chamada de Os Galáticos, de craques de todo o planeta bola. Brilhavam por lá nada menos do que Zidane, hoje o treinador madridista, Luiz Figo, eleito o melhor da Europa, o Bola de Ouro daquela temporada, o inglês David Backhan, o gênio da área, Ronaldo "Fenômeno", e um dos melhores laterais de todos os tempos, Roberto Carlos, já brilhava com a camisa branca do Real Madrid. 


Hoje, vendo o clássico pela Espn Brasil, no Vicente Calderon, penso que aquele jogo, lá no Santiago Bernabeu, no longínquo 20 de maio de 2005. poderia ser co…

Papo de Bola - Sobre políticos, título e rebaixamento

Chego da caminhada, uma longa parada no centro de Campos, mais precisamente no Calçadão, a chuva caiu e fui obrigado a interromper o exercício diário de andar por aí sem compromisso com hora ou agenda, e o assunto na rua, claro, era a prisão do Garotinho, a de Sérgio Cabral estava em segundo plano e o Campeonato Brasileiro lá pelo milésimo plano.

Andei por lá e não ouvi um comentário sobre o empate de ontem, no Independência,que no meu ponto de vista deu o título ao Palmeiras, não ouvi um pitaco sequer sobre o cheirinho do hepta e, me parece, que a torcida campista esqueceu de vez o futebol e está preocupada com o futuro do ex-prefeito da cidade, preso na capital do estado. 

Mas aqui no blog o assunto é futebol, não quero nem rir da piada que me enviaram ontem, via watzaapp, que dizia que Cabral vai reviver o Campeonato Brasileiro de 1985 pois ficará entre Bangu e Curitiba, os dois que decidiram o título nacional daquele ano. Aqui é esporte, principalmente o futebol, diria o torcedor do…

Fla faz jogo "inesquecível" no Mineirão

Em um jogo feio, que só foi decidido em um lance de sorte, a mesma sorte que acompanhou o Flamengo no início da "era Zé", o rubro-negro carioca manteve aceso o curto pavio que o liga ao possível título brasileiro, que está em aberto, matematicamente, pelo menos até logo mais, quando o Palmeiras, líder absoluto e incontestável, enfrenta o Atlético Mineiro, no Independência, e caso vença pode até encomendar as faixas e em caso de derrota do Periquito para o Galo o campeonato continuará em aberto, como eu já comentei na postagem abaixo. 

Voltando ao jogo de ontem, no Mineirão, comentando sobre o fraco desempenho, mais uma vez, do meio campo e ataque do Flamengo, digo que pode até ter uma chance matemática de título, mas jogando o futebol que apresentou ontem, contra o rebaixado América Mineiro, o time de Zé Ricardo não deixará escapar a vaga na Libertadores justamente pela ótima fase que viveu da metade do segundo turno até a terceira ou quarta rodada do returno. 

Em jogo em que …

Só resta uma vaga na degola e na Libertadores

E a quinta-feira pode ser decisiva para que o quarto candidato ao rebaixamento dê as caras, pode ser Vitória, que enfrenta o Santos na Vila Belmiro, pode ser o Internacional, que joga em casa contra a Ponte Preta e, claro, a briga ficará restrita entre os dois porque os demais estão se afastando e o América, Santa Cruz e Figueirense, os dois primeiros já caíram e o último agoniza e terá que vencer todos os jogos e torcer por resultados combinatórios. 

Já na zona de Libertadores (será que teremos apenas os seis mesmos?) a situação parece que se complicou para o Botafogo com a derrota para a Chapecoense, na Ilha do Governador, e agora tem a concorrência do Corinthians e do Atlético Paranaense e um destes ficará com a vaga. Não vou dizer que é impossível para o Fluminense, mas com o empate de terça ficou muito complicado. 

E lá na ponta da tabela o campeonato também poderá ser decidido nesta quinta-feira, basta o Galo não vencer o Palmeiras que tirar sete pontos em três rodadas só mesmo co…

Jogo que é bom e decisivo só amanhã e hoje só complemento de tabela

E o que temos para hoje, depois da ressaca do feriadão e da boa exibição da Seleção Brasileira? Depois de uns dias sem bola rolando pelo Brasileirão, que pasmem respeitou a data Fifa, e sem bola rolando nos campeonatos nacionais da Europa, lá se respeita integralmente a tal data Fifa, voltamos a rotina e entramos na rodada número 34, faltam quatro para o final e a decretação do título, ou não, pelo Palmeiras. 

E hoje, temos o que afinal? Tem um jogo que interessa a ponta de cima da tabela, América, praticamente rebaixado, e Flamengo, que não pode perder pontos para não perder as esperanças, lá em Belo Horizonte, debaixo de muita chuva e com toda certeza com um público bem menor do que esperava-se para este velho clássico do futebol brasileiro bem esvaziado pela fraca campanha do Coelho e da má fase do Urubu. 

Como América x Flamengo começa aos quinze minutos faltando para as dez da noite, antes dá para assistir Botafogo x Chapecoense, no Premieere, para saber se o Glorioso vai se manter…

Sono bateu e não vi Brasil bater o Peru

O óbvio aconteceu, meia hora antes da bola rolar, em Lima, para Peru x Brasil, eu já havia sido derrotado pelo sono, afinal foram quatro duas de jornada etílica/gastronômica, lá na terrinha, e ao chegar por Campos, na tarde/noite de ontem, já sabia que aconteceria.

Não vi sequer a saída da bola, mas li e vi tudo nesta manhã e tive a certeza de que a seleção pode mesmo ser chamada, novamente, de Seleção Brasileira, Tite e Seus Blues Caps deram conta do recado e emplacaram a sena de vitórias.

Vi, zapeando, os jogos da Argentina, que bateu a Colômbia, show de Messi, e o show de Sanches na vitória do Chile sobre o Uruguai.

O futebol está ganhando novas cores na América do Sul e esta reta final de Eliminatórias promete muito.

Flu perde pênalti e empata no Maracanã

Um bom jogo nesta terça-feira, de feriado nacional, entre Fluminense e Atlético Paranaense e não faltou emoção, indefinição e nervos a flor da pele em campo e nas arquibancadas, principalmente entre os torcedores tricolores, que viram Scarpa jogar fora a chance de vencer o jogo em um pênalti, aos 45 do segundo tempo, quando astro do time bateu e o goleiro Santos defendeu. 

A fase realmente não anda muito favorável ao time das Laranjeiras, que viu os três pontos escorrerem pelos dedos dos pés de Gustavo Scarpa e a chance de chegar a Libertadores um pouco mais distante. 

Enquanto o Fluminense jogava eu zapeava pelos amistosos pela Europa, principalmente o realizado em Milão entre Itália x Alemanha, que fazem um bom jogo, final do primeiro tempo, e Inglaterra x Espanha, em Londres, que também está no intervalo e segue com a vitoria inglesa por um a zero. 

Seleção na madrugada

Hoje tem, de novo,a seleção em campo.Hoje não dá pra ver a seleção em campo.Explico:O jogo começa depois da meia-noite,e m Lima, contra o Peru e, mesmo sabendo que o time do Tite deu gosto de ver, contra a Argentina, madrugada não dá pra segurar o sono.
Mas você, que tem insônia ou está disposto a ficar atento, vale a pena, o Peru está motivado, goleou o Paraguai em Assunção e vai com tudo pra cima da Brasil.
Vou tentar acompanhar e ver até onde suporto ficar aceso.

Valeu a pena ver o time de Tite

E não é que minhas previsões estavam corretas? Foi realmente um dos melhores Brasil x Argentina dos últimos anos, foi um jogo que apesar do 3x0 pareceu ser fácil, mas nada disto, o jogo começou complicado, com os argentinos querendo jogo e as chances aparecendo para os dois lados. 

Coutinho foi o cara, dizem os analistas. Neymar foi o cara, dizem outros comentaristas. Tite foi o cara, diz a torcida. Junte tudo isto, misture bem misturado e encontraremos o que não víamos há um temão, um TIME DE FUTEBOL bem ao estilo brasileiro, rico na arte e no improviso e ontem rico em conjunto e em determinação. 

Houve entrega dos jogadores, coisa que parecia inimaginável nos dias de hoje, com um grupo formado por jogadores mimados e milionários. Houve um  comando forte e inteligente e, principalmente, determinação e gana por parte dos jogadores sempre criticados por este escriba e por milhões de torcedores brasileiros. 

No mais, sem maiores comentários, gostei do que vi e não me arrependi de ter assis…

O último voo do Passarinho

E lá se vai um Passarinho, voando alto e cantando seu refrão favorito: "Dá-lhe.. dá-lhe.. dá-lhe Goyta, o maior time do Brasil." Calou a voz do meu amigo Luiz Alberto da Mota Alvim, o Bebeto do Juscelino, o Bebeto da Gráfica, o Bebeto do Hospital, o Bebeto do Banerj, o Bebeto do Banco do Brasil... não aqui é o Bebeto Passarinho, o cara, o amigo, o companheiro das jornadas etílicas e musicais, o moço da mochila e querido por todos os amigos ou conhecidos.  

Tivemos uma trajetória muito parecida. Nascemos na mesma cidade, no mesmo bairro, vivemos os mesmos momentos, eu músico, ele amante da música, então criou-se um grupo musical, ele como líder, eu como crooner e pistonista, ele gráfico, na mesma empresa que trabalhei, ele no hospital, por onde passei um tempo, em seu lugar quando foi para o banco, ele no Banerj, onde entrei após sua saída para o Banco do Brasil, ele em Campos, onde cheguei um ano ou pouco mais após sua chegada. 

Tudo bem, ele é Fluminense e eu sou Flamengo, ma…

Brasil x Argentina: Hoje pode ser o melhor dos últimos anos

Talvez tenhamos hoje, no Mineirão, o melhor Brasil x Argentina dos últimos anos. A expectativa é muito grande e o envolvimento dos dois treinadores, Tite e Bauza, me dão a certeza de que plo menos o espírito do clássico foi retomado, embora a nossa imprensa ainda queira estragar o jogo o tornando chato e complicado com análises infantis e medíocres, como esta tentativa de tirar o foco do jogo para o "duelo" Neymar x Messi. 

Claro que os dois são os maiores protagonistas do jogo de hoje, mas esta partida, valendo pelas Eliminatórias da Copa da Rússia, não é um confronto entre ambos, que poderá indica-los ou não como  "melhor do mundo", é um jogo de seleções, com outros craques talentosos em campo e com outros que despontam e que podem tomar o lugar da dupla do Barcelona muito em breve. 

Tenho um favorito sim, pelo melhor momento eu acredito em uma vitória brasileira, mas só acredito, não arrisco a dizer que irá vencer, do outro lado tem uma camisa de peso, um time de …

Quem seria o Trump do futebol brasileiro?

Trump seria um novo Hitler? Não, na opinião de Bicudo ele está mais para Eurico Miranda do que para o ditador alemão. Trump seria um novo Ricardo Teixeira? Não, na opinião de Robinho ele está mais para Maurício Assunção, que chegou prometendo mudanças e foi um vexame tremendo. 

Será que Bicudo acredita que Trump seria um novo Bandeira de Melo? Segundo ele não, Bandeira pegou um time quebrado e levantou as finanças e quanto ao futuro presidente dos EUA pode ser um destino contrário. 

Mas o que nos interessa a eleição dos Estados Unidos, lá,  como cá, o perigoso, segundo a mídia global, foi eleito porque não teve adversário, no mesmo caso de nossa ex-presidente, que se elegeu não pelos seus méritos, mas pelo desmérito do seu adversário do PSDB. Então deixa pra lá e deixa o tempo dizer se os americanos fizeram bobagem ou não. 

Enquanto isto, por aqui, o Fluminense se prepara para eleger um substituto para Peter Siensen, que não vai concorrer a mais um mandato e o Trump das Laranjeiras, o mé…

Futebol é mesmo o ópio do povo

Fazia tempo que não ouvia tantos elogios para a seleção da CBF, chegou a ouvir, de quem já criticou barbaridade, que esta é a "nossa seleção" e que vai dar muitas alegrias ao torcedor brasileiro. Certo dia meu amigo Robinho, torcedor fanático do Glorioso Botafogo, como ele gosta de chamar seu time do coração, disse que era melhor ver uma pelada no campo do Goytacaz, em jogo de times de bairros, do que ver o Botafogo ou a seleção brasileira. 

Guardei bem estas palavras para cobrar um dia e ontem, em plena ressaca de alegria por ver o Fogão quase na Libertadores, e assistindo ao Tá Na Área, no Armazém do Lenílson, Robinho estava eufórico e falava de peito aberto: "Este Botafogo está tal como a nossa Seleção, só me dá alegria". 

E o futebol faz milagres, não? E ainda tem amigos que discutem, que trocam farpas e agressões verbais, até físicas, em conversa sobre futebol. O futebol é o ópio do povo, que vive feliz quando seu time está bem e em depressão quando ele vai mal,…

Papo de Bola - Galo perde, Peixe vence e Periquito bota o bico na taça

E o domingo termina com mais um presente para o Palmeiras, que mais cedo venceu e abriu seis pontos sobre o Santos, que também venceu, sete sobre o Flamengo e oito para o Atlético Mineiro, mas esta vantagem, sobre o Galo, aumentou três pontos porque o time mineiro perdeu em Curitiba e praticamente se despediu da briga pelo título. 

Resta ao Galo Mineiro a Copa do Brasil, que será decidida contra o Grêmio, para salvar a temporada e, claro, vencer o Palmeiras e salvar o final do campeonato e colocar um molho especial nas rodadas que faltam para o término do Brasileirão 2016. 

A rodada começou cedo, um jogo em Campinas, que poderia (e deu) ao Santos o segundo lugar na tabela ultrapassando o Flamengo. A vitória do Peixe, de virada (2x1) daria um ânimo ao time se não fosse a vitória magra (1x0) do Palmeiras sobre o Internacional, que com a derrota entra na zona de rebaixamento, o Vitória venceu o Atlético Paranaense e saiu do rebolo, mas cá pra nós, o Verdão não jogou nada e o Colorado tem m…

Papo de Bola - Brasileiro pode ser definido esta tarde

Três jogos que podem definir, isto mesmo decidir o campeonato brasileiro 2016 esta tarde, todos começando às 17 horas. Ponte Preta x Santos (60 pontos), Coritiba x Atlético Mineiro  (61 pontos) e Palmeiras (67 pontos) x Internacional. 

Viram só os pontos colocados entre parentes? Esta é a chave para a definição, a partir de amanhã faltarão apenas quatro rodadas, doze pontos a serem disputados, e um confronto direto entre Galo x Porco, em Belo Horizonte, e com uma vitória hoje, sobre o Colorado, e tropeços de Atlético e Santos em seus jogos, praticamente encerra o Brasileirão e o Palmeiras nadará de braçadas apenas para manter uma diferença de sete ou mais pontos sobre seus perseguidores diretos. 

Enquanto isto, na zona de rebaixamento, a tentativa de fuga das duas últimas vagas ficará mais acirrada ainda caso o Figueirense vença a Chapecoense, em Chapecó, as sete e meia da noite, o Figueira irá a 36 pontos e se juntará ao Vitória, caso o rubro-negro baiano não vença o Atlético Paranaens…

Fla x Bota um jogo para ser esquecido

Sem muito o que comentar de Flamengo x Botafogo, o jogo foi ruim demais, sem emoções, sem chutes a gol, sem criação de jogadas para buscar o gol, enfim, nada que possa ser comentado, a não ser a última chance, única real e imaginária jogada de gol, criada pelos dois times, que Rodrigo Pimpão jogou fora e deixou o Botafogo ficar no empate sem gols contra o Flamengo.

E, para quem não vence há quatro jogos, sonhar com título ou dizer que tem cheirinho de hepta, é muito pouco e, na minha opinião, a briga será pelo quarto lugar e olhe lá, o Galo vai tomar o segundo lugar no jogo de amanhã, vencendo o Coritiba, e o Palmeiras e consolidará na liderança se vencer o Internacional, é favorito, em São Paulo.

Se o empate foi justo? Claro. Não há o que comentar e nem procurar justificativas, boa arbitragem, mas o fraco desempenho do time nos quatro últimos jogos dá a certeza de que a renovação para 2017 terá que começar com as NÃO renovações dos contratos dos velhos Juan e Emerson e dos inúteis Má…

Hoje é sábado: Dia de clássico no Rio e em São Paulo

Hoje é sábado, dia que no Brasil é consagrado ao futebol, aos jogos da segunda divisão e dos pequenos confrontos na Série A, mas segundo a CBF, são perfeitos que o torcedor vá ao estádio e lote as arquibancadas e as cadeiras para ver Flamengo x Botafogo, no Maracanã e São Paulo x Corinthians, no Morumbi, enquanto amanhã jogam os clubes que levam milhões de torcedores aos estádios, como Palmeiras x Internacional, no Alianz Arena e Cruzeiro x Fluminense, no Mineirão. 

É, como ninguém é perfeito e até a mais talentosa das federações do Brasil, a nossa Ferj, inventou diminuir o Estadual do Rio, que tinha 16 clubes e muitas datas, para 12, mas os clubes do Rio farão o mesmo número de jogos, com o 12, do que fizeram no ano passado, com 16, é possível que a "aula" de conhecimento geral da Ferj tenha sido acatada pela diretoria da CBF, ou seja, errar é com eles mesmo. 

Mas falando do clássico, não vou voltar ao passado e dizer aquele monte de coisas que nós dizemos quando tem clássico…

Li por aí e comento por aqui

José Mourinho - Sabe aquela máxima, que eu uso sempre, "treinador não ganha jogo"? Eis mais uma razão para eu pensar assim. O português José Mourinho, tido como "deus" anos atrás, é hoje um dos grandes fiascos do futebol mundial, por onde passou, nos últimos anos, o gajo só colecionou inimigos, derrotas e vexames, e agora, no Manchester United, vai de mal a pior e já se fala em sua demissão antes da janela de janeiro, quando os clubes europeus vão as compras e pode haver uma mudança radical no time de Manchester. 

Chego a conclusão que aquele guia, de uma viagem que fiz ao Leste Europeu, em 2013, português como Mourinho, é que estava certo em sua análise sobre o treinador. "Ele se acha "deus" e quem era o bom e o ajudava era o André Vilasboas, que ele conseguiu destruir com seu ciúme e seu ódio por quem faz sucesso". Pode ser, e isto pode acontecer, em breve, com outro "professor" de sucesso.

Alison - O goleiro da Seleção Brasileira mais…

Estadual da Ferj atende a Globo e decreta fim dos pequenos

Não vou me alongar no comentário, afinal não merece sequer as linhas que estarão neste papo com os amigos e seguidores sobre o Estadual 2017, mais uma lambança da Ferj que, como sempre, acaba em prejuízo dos pequenos do interior e beneficiando os aliados do presidente residentes e fixados na capital do Estado do Rio de Janeiro. 

Há algum tempo a Rede Globo, dona dos direitos de transmissão do Campeonato do Rio, e este colunista que vos escreve, gostaria de ver o Estadual com 10 ou no máximo 12 times, mas este que vos escreve jamais gostaria de ver uma mudança na base da força, da imposição e dos votos "comprados" dos clubes, que aliás votaram unânime, o Nova Iguaçu, segundo informações, ainda tentou argumentar e manter o regulamento previsto, com 16 caindo quatro no final do torneio, mas seu presidente, Jânio Moraes, foi persuadido pelo Dom Eurico, presidente do Vasco, e votou com a maioria, entre estes o voto do Campos Atlético Associação. 

E aí, como é que fica? Vocês já dev…

Bola, vinho, bacalhau e surpresas boas no feriado

Olá, depois de um feriadão, em Cantagalo e Região Serrana, volto para comentar o que vi ontem, à noite, pelo mundo da bola, a começar pelo grande jogo em Varsóvia, na Polônia, onde o Real Madrid entrou de "salto alto" e achou que fosse golear, eu também, o Legia, um empate em três gols e com grandes chances desperdiçadas dos dois lados. Um belo jogo de bola que me fez ficar pregado na cadeira do Boteco do Marcelo, em Cantagalo, sem ao menos conversar com os companheiros de mesa.

Não zapeei pelos outros jogos, como sempre faço quando estou em casa, mas a boas informações do pessoal nota dez, o Ei Maxx, me deixou por dentro das classificações dos grupos e dos resultados dos outros jogos, como por exemplo o Dortmund vencendo o Sporting e passando a ser líder do Grupo H e o Arsenal, que venceu fora de casa, na terça-feira, também é líder do seu grupo e, ao lado do PSG, já está classificado para a segunda fase da Champions League. 

Por aqui, em solo brasileiro, vi o jogo da Chapeco…

Champions League: Um jogo e nada mais

Está na hora de ligar a tevê para ver os jogos da Champions League, e hoje tem um bom clássico, não decide nada, mas dá a resposta para quem anda duvidando do trabalho de Pep Guardiola a frente do Manchester City. 

Pois então, se prepare porque os canais Esporte Interativo irão mostrar os jogos da Champions League e o principal deles, Manchester City x Barcelona, será um jogo, pelo menos assim espero, de muita tática, técnica e qualidade de jogadores em campo. 

No mais são apenas jogos comuns e, se fosse no Brasil, passaria batido como se jogassem um Alético Mineiro x Ponte Preta ou coisa parecida, sem nenhum demérito para os dois times brasileiros, mas a força e a expressão de um clássico não está representada aqui, como em Arsenal x Ludogorets, por exemplo. 

Então vamos aguardar, faltam duas horas para o início do jogo (caso você esteja lendo agora, aos quinze minutos faltando para às três da tarde) e vamos ver o que fazem em campo ingleses e espanhóis. 

Vai mudar o Estadual?

Soube, agora a pouco, que o Arbitral de hoje, na Ferj, vai mudar o Estadual 2017 e fará a alegria da Globo e o arrasa quarteirão dos pequenos.

O Flamengo irá se posicionar contra e o blog vai esperar pra comentar. O que estão dizendo é que serão só doze na segunda fase é seus pequenos disputam duas vagas, inclusive Campos e Nova Iguaçu, que subiram e podem descer para seginfona sem jogar a primeira.

Sou a favor de 10 ou no máximo 12, mas em disputa justa e não na canetada, como gosta a Ferj.